CNH Populular Gratuita – Inscrição, Como funciona?

O Governo de Pernambuco criou em 2008 o Programa Popular de Formação de Condutores, O programa já beneficiou 37 mil pernambucanos e só em 2012 serão entregues 18 mil Carteiras Nacionais de Habilitação gratuitas que custarão ao cofre do Estado R$ 12 milhões.

Podem participar do programa beneficiários dos Programas Bolsa Família e Chapéu de Palha (da zona canavieira e de fruticultura), ex-presidiários, desempregados, alunos da rede pública e os trabalhadores com remuneração mensal de até dois salários mínimos. O programa prioriza a primeira habilitação e as mudanças de categoria, mas a partir deste ano ela incluiu nesta lista os alunos da rede pública estadual de ensino com boas colocações no ENEM.

Para participar é necessário que o candidato participe de um processo de seleção, desde que cumpra os requisitos necessários, como a comprovação de domicílio no estado de Pernambuco, ter mais de 18 anos, saber ler e escrever, possuir Identidade e CPF e não estar impedido de tirar a CNH.

Aqueles que desejarem mudar a categoria não podem ter cometido nenhuma infração de natureza grave ou gravíssima nem ser reincidente em cometimento infração média nos últimos 12 meses.

O processo de seleção é composto por um curso de formação de condutores nos Centros de formação de condutores e exames psicológico, médico, teórico e prático pertinente a cada tipo de habilitação.

Os selecionados recebem uma carta em casa para comparecer ao DETRAN e apresentar os documentos que comprovem as declarações feitas na internet. Se o candidato não levar os documentos necessários, a vaga vai para o próximo colocado.

Em 2011, 237.843 mil pessoas se inscreveram, mas quase 60.000 pedidos foram negados por erros no preenchimento da inscrição. Por isso é bom ficar atento. Somando todas as despesas uma CNH chega a custar R$ 1.300, e, pelo menos em Pernambuco, o cidadão carente já pode contar com o Estado para lhe garantir um emprego melhor.

comentários até agora.